Ensaio sobre o abandono…

Era um dia qualquer… Daqueles em que a gente amanhece e faz tudo como sempre, sem sequer pensar se tudo irá permanecer exatamente como esteve no dia anterior. Era sim um dia comum, até que ele desceu as escadas, entrou num táxi e tudo parou. Eu não sei dizer quanto tempo se leva para descer…